Gestão de Inventário: 4 dicas para otimizar a organização de estoque

Manter o estoque organizado e que é bem administrado é a estratégia mais eficiente para quem deseja evitar prejuízos, manter a satisfação do cliente e evitar complicações contábeis. Esse equilíbrio pode ser estabelecido com muito mais facilidade com uma Gestão de Inventário. Descubra como neste post!

Muitos empresários e comerciantes que possuem estoque em seus negócios consideram o estoque sinônimo de dor de cabeça. O controle de estoque então, nem se fala.

Monitorar entrada e saída de mercadorias, fazer a contagem dos produtos, ter o controle em tempo real daquilo que está entrando e saindo é uma tarefa que requer certa periodicidade e pode mesmo ser um pouco morosa. Porém, com uma gestão de inventário eficiente, tudo fica muito mais simples!

Afinal, o que é Inventário de Estoque?

O inventário de estoque é uma prática que auxilia no controle das mercadorias e facilita a gestão de estoque. Através da identificação, classificação e contagem dos produtos disponíveis no estoque, é feita uma comparação entre os dados obtidos e os registros de entrada e saída de mercadoria para verificar se os números correspondem.

Por que a Gestão de Inventário é tão importante?

A principal função de um inventário é evitar desperdícios no seu estoque. Não há sentido estocar grandes quantidades de um determinado produto caso sua demanda para ele seja muito pequena. Por isso que a gestão de inventário é fundamental.

Além disso, dependendo da natureza do produto, pode existir um período de validade que deve ser respeitado, o que acaba tornando aquela mercadoria inválida depois de um tempo.

Se você deseja agilizar os processos de gestão, confira a seguir quatro dicas infalíveis para otimizar dados e fazer da sua gestão de inventário uma ferramenta administrativa eficiente!

Escolha períodos estratégicos

A melhor data para iniciar um inventário do seu estoque é naquele período em que a movimentação será quase nula. Você pode fazer isso em um final de semana ou feriado, dependendo de seu ramo de atuação.

Sem saídas ou recebimento de mercadorias, será mais fácil relacionar os itens com precisão, sabendo que ao final do dia os itens contados permaneceram com suas quantidades inalteradas.

Organize o seu espaço

Separar os itens por categoria não vai facilitar apenas a contagem para sua gestão de inventário. No dia a dia, uma organização eficiente agilizará a separação e embalagem de mercadorias.

Classifique todos os seus produtos

Embora seja uma tarefa minuciosa, a classificação dos produtos, com a criação de códigos e uma descrição detalhada da mercadoria vai te ajudar a controlar o estoque e evitar perdas. É importante que a descrição seja precisa e contenha informações como o tamanho, marca, peso, quantidade e preço, entre outros dados importantes. Esta precisão evita vários problemas, por exemplo:

  • Classificação incorreta de produtos que poderiam ser confundidos com itens similares;
  • Falhas de posicionamento e localização no estoque;
  • Prejuízos por faturamento baseado no preço de um item idêntico, mas de outro tamanho ou peso;
  • Perda de mercadorias que não foram localizadas no estoque até que a data de vencimento estivesse ultrapassada.

Use a estratégia do inventário rotativo

Devido ao tamanho do estoque, conferir o inventário frequentemente é uma prática impossível. Porém, a maioria das empresas já percebeu que realizar este processo ao final de um semestre ou ano é uma prática ineficaz que gera grandes perdas.

Uma alternativa é a prática do inventário rotativo. A cada dia, uma parte aleatória do estoque é escolhida para ser contada.

Esse tipo de procedimento permite um acompanhamento mais efetivo dos produtos armazenados, a identificação precoce de problemas que causam as divergências, correções de condutas e de inconsistências ao longo de todo o processo.

Para saber mais sobre essa solução, acesse o nosso site ou entre em contato conosco! Nós estamos a postos para ajudar!

Fonte: Senior Sistemas