Por que é importante diferenciar Custos, Gastos e Despesas?

Matéria-prima, água, energia elétrica, depreciação de equipamentos, embalagem são CUSTOS relacionados a produção de um item ou prestação de serviço. Naturalmente, quanto maior a quantidade produzida, maiores serão os custos da empresa.

O termo “preço de custo” refere-se ao valor mínimo gasto para a empresa produzir ou prestar um serviço, então, para que haja lucro, a empresa deve calcular corretamente o seu preço de venda, e assim vender seu produto/serviço com um valor acima do preço de custo.

Os CUSTOS DIRETOS são facilmente identificados no produto e não precisam de critérios de rateio, como número de itens produzidos, horas/máquinas utilizadas, horas/mão de obra utilizadas, etc. Já os CUSTOS INDIRETOS não são identificados no produto e precisam de critérios de rateio. Não fazem parte da estrutura do produto, no entanto, auxiliam e/ou são necessários ao processo produtivo ou à prestação de serviço. Ex.: depreciação de equipamentos, treinamentos.

Os CUSTOS VARIÁVEIS, por sua vez, dependem da quantidade produzida/volume de produção. Assim, quanto maior a produção, maiores serão os custos variáveis. Ex.: a matéria-prima e as embalagens são custos variáveis porque as quantidades utilizadas dependerão do número de itens produzidos. Os CUSTOS FIXOS não dependem da quantidade produzida/volume de produção. E mesmo que não haja produção, continuam existindo. Ex.: o aluguel do imóvel continua sendo o mesmo independente do número de itens produzidos. O mesmo acontece com seguros, impostos e limpeza/conservação.

A substituição de uma peça com defeito e o conserto de um equipamento demandam valores. SãoGASTOS não previstos no orçamento mas, no entanto, necessários para que a empresa continue produzindo. Gastos não devem ser repassados ao valor do produto ou serviço, uma vez que não estavam previstos inicialmente. Desta forma, acabam sendo prejudiciais à empresa.

Em se tratando de DESPESAS, estas são responsáveis por manter a estrutura mínima da empresa. Salários dos empregados, materiais de escritório, publicidade e propaganda, serviços contábeis, aluguel, limpeza e conservação, seguro contra incêndios não tem ligação direta com a produção, mas são responsáveis por manter as áreas da empresa em funcionamento.

É sempre importante lembrar que os CUSTOS trazem retorno financeiro à empresa, pois pertencem à atividade fim da organização. Já as DESPESAS pertencem à atividade meio, ao “funcionamento do ambiente”.

Diferenciar custos, gastos e despesas é importante não apenas para esclarecimento do seu significado, mas principalmente porque é através da definição clara destes termos que se torna possível formar o preço de venda do produto ou da prestação de serviço. É fato que para se chegar no preço de venda é imprescindível o conhecimento do valor do custo. Além disso, a diferenciação desses termos traz ao gestor a informação de onde os valores estão concentrados, dessa forma, auxiliam na tomada de decisão e na evidenciação das demonstrações contábeis fazendo com que fique transparente, também, a informação do resultado operacional.

Fonte: WK Sistemas