Rede Social Corporativa: como essa ferramenta facilita o trabalho do RH

Com a ascensão das redes sociais convencionais, surgiu uma nova ferramenta: a Rede Social Corporativa (RSC), um canal de comunicação digital corporativo voltado ao diálogo, à colaboração e inovação. A versatilidade da ferramenta, os novos modelos de gestão de talentos e a necessidade de se adaptar ao novo mercado e modelos de gestão, torna as Rede Sociais Corporativas uma ferramenta estratégica no RH.

A área de RH responde por diferentes pilares, com diferentes complexidades onde ainda é desafiador apresentar os resultados de forma direta (o famoso Retorno sobre Investimento). Por conta desse cenário, o profissional de RH tende a ter dúvidas do retorno que o investimento na RSC pode trazer para a organização, assim como o seu impacto no negócio.

O objetivo desse artigo é ajudar a desmistificar todos os receios com a Rede Social Corporativa e mostrar que superando-os você terá muito mais benefícios do que imagina.

Afinal, o que é uma Rede Social Corporativa?

É um canal digital de comunicação versátil e flexível, permitindo que os comunicadores e líderes tenham recursos para adaptar sua comunicação de acordo com o público, com o alcance necessário, com a relevância da pauta, entre outros fatores mapeados que garantem a efetividade da comunicação.

Cada colaborador tem um perfil na rede com as principais informações de contato, e todos têm autonomia para compartilhar informações, pautas de reunião, eventos, lembretes importantes, fotos, vídeos,, reconhecimentos e outros pontos que a organização considerar importante.

A autonomia para comunicar e o modelo de comunicação da organização pode ser adaptado na RSC de acordo com a cultura da empresa. Quando há essa adaptação da comunicação com a cultura e estratégia da empresa, é perceptível as vantagens que a adoção da ferramenta traz para o clima organizacional e os resultados.

Como o RH e, por consequência, os colaboradores se beneficiam com a RSC?

Os departamentos de gestão de pessoas orientam e dão suporte a todas as áreas da organização para garantir a gestão e execução dos processos internos, assim como o alcance das informações que impactam no dia a dia de cada colaborador.

Unindo tudo isso, a preocupação do RH é uma só: garantir a felicidade e motivação dos colaboradores e a rentabilidade da organização. Pensando nisso, compartilhamos a seguir algumas das diversas possibilidades de uso da rede:

Políticas Internas

A empresa deve manter os colaboradores atualizados sobre diversas políticas internas, como  as regras básicas, horários de entrada e saída, código de conduta, solicitação de materiais para compras, entre outros. Com a Rede Social Corporativa, o RH pode ter o seu Mural onde compartilha frequentemente essas informações básicas mas essenciais para o colaborador e a empresa estarem alinhados e sem retrabalhos desnecessários.

Novidades

Como comunicar uma novidade? Um novo convênio? A data da entrega da cesta de natal? A nova possibilidade “saudável” no refeitório? Um promoção especial de um parceiro? O que fazer na emenda de um feriado? Um novo parceiro estratégico? Enfim, os ambientes de trabalhos atuais são extremamente dinâmicos e cheios de mudanças.

Ter uma ferramenta tão dinâmica e interativa que nos permite andar na mesma velocidade é matador para manter todos os seus colaboradores na “mesma página”. Aqui na SocialBase, por exemplo, compartilhamos com todo o time a nossa recente parceria com a GPTW, ressaltamos porque ela é importante e o que esperamos de resultados com ela.

Interação entre pessoas

Benefícios

Quantas vezes o RH já recebeu ligações ou até visitas para tirar dúvidas sobre os benefícios da organização? Pois bem, com uma Rede Social Corporativa você tem um canal que possibilita mais proximidade com os colaboradores permitindo, inclusive, que você consiga segmentar a comunicação de acordo com público e na linguagem que o público entende.

Os conteúdos na RSC podem ser simplesmente a divulgação das “cartilhas” básicas de orientação, porém podemos ir além e se tornar um RH produtivo. Através da RSC você consegue mapear as principais dúvidas dos colaboradores e o perfil deles, para fazer publicações esclarecendo essas dúvidas exatamente na linguagem que o público precisa.

O resultado dessa simples ação é a redução de chamados com dúvidas, ligações e até visitas, possibilitando assim, a otimização do tempo dos colaboradores e a consolidação do “RH Comunicador”. Vale ressaltar que a Rede Social Corporativa permite uma proximidade e acolhimento ao colaborador (resultado que o contato frio da Intranet não entrega).

Recrutamento interno e externo

A Rede Social Corporativa também é parceira do RH quando precisa divulgar uma vaga para recrutamento interno. Por esse canal podemos deixar claro: os requisitos da vaga, o desafio desse papel, quem pode participar do processo seletivo, como proceder se tiver interesse, envio do currículo, o que não é impeditivo de participação, entre outros.

Já nos casos de recrutamento externo, a ferramenta ajuda na divulgação das vagas em aberto para promover os programas de indicação de talentos. As indicações aceleram o processo seletivo e já se tornam naturalmente um filtro de alinhamento cultural. Com a Rede Social Corporativa o RH consegue mobilizar parceiros internos para ajudá-lo na divulgação das posições e na indicação de futuros talentos.

Cultura Organizacional

Temos novos colaboradores entrando nas empresas o tempo todo, temos milhares de funcionários se comportando o tempo todo, temos diferentes aspectos culturais dentro de um mesmo ambiente…como garantir o alinhamento cultural nesse cenário tão desafiador?

Sabemos que a questão da cultura organizacional é complexa e exige várias ações, porém a RSC auxilia o RH na maior parte desse desafio. Além de ser um canal para compartilhar o Manifesto da Cultura e os comportamento valorizados na organização, é possível fazer diferentes campanhas de engajamento. Aqui na SocialBase, por exemplo, vamos lançar uma competição saudável que promove o feedback positivo entre colaboradores dos comportamentos da cultura. O vencedor será aquele que primeiro for reconhecido com o total de 10 comportamentos vindos de colaboradores diferentes. Essa ação promove engajamento, incentiva a cultura de feedback, reconhece o vencedor e todos têm clareza dos pontos que estão indo bem e dos pontos que precisam melhorar.

Na Rede Social Corporativa, temos o Banner para lembrar da ação, temos uma publicação com o regulamento e constantemente estamos postando o ranking dos basers. Além disso, todos os basers podem compartilhar na rede a sua experiência com os feedbacks recebidos e o que está evoluindo a partir dessa atividade. Tem várias outras ideias possíveis de ações, como: enquete com os embaixadores de cada competência da organização para premiação na festa de final de ano, discussões construtivas sobre o entendimento dos colaboradores de cada valor da organização, entre outros.

Reconhecimentos

Reconhecer as iniciativas alinhadas com a estratégia é uma excelente maneira de incentivar e reforçar a continuação de comportamentos e ações como essa. Poder compartilhar na rede social que o “fulano” teve uma iniciativa que impactou no negócio de X forma e foi resolvido colaborativamente entre os colaboradores x,y,z, é uma maneira de dar visibilidade, parabenizar e agradecer os envolvidos na ação. Todo programa que o RH entende que é importante engajar o time, reconheça os destaques!

Reconhecimento profissional

Localização Geográfica

Empresas grandes com diferentes sedes, multinacionais, varejistas com milhares de lojas pelo Brasil e mundo…alinhar e se comunicar com todo esse público era um desafio há pouco tempo atrás. Felizmente hoje temos solução para manter todo o time na mesma página e remando para o mesmo lado, independente de onde ele trabalha.

Com a Rede Social Corporativa, a comunicação com pessoas em diferentes localizações fica simples e fácil de resolver. O alcance da publicação e a possibilidade de criar grupos permite que todos trabalhem conectados e engajados em um meio que a localização comum é a RSC.

Parceria com Vendas

Sim, com a RSC é possível que a parceria entre RH e Vendas seja muito mais próxima e promotora de resultados. Como? O RH pode criar um grupo somente com os vendedores da organização. Nesse grupo o próprio líder de vendas pode se beneficiar lançando campanhas promocionais, desafiando os vendedores com metas mais difíceis mas com recompensas melhoras se atingirem o desafio.

Além do próprio líder de vendas, cada colaborador ou gerente de loja pode contribuir compartilhando ações que fizeram em suas lojas que foi matador para o atingimento das metas de vendas. E além de todo esse público, temos o RH que pode pontualmente fazer o trabalho de coaching de vendas e compartilhar na RSC os pontos de melhoria que entende que fará diferença no processo de influência, negociação, jogo de cintura, comportamentos pessoais e acolhimento ao cliente.

Engajamento e Empoderamento

O RH ser o protagonista de uma ferramenta onde cada colaborador tem seu próprio perfil, tem acesso as informações necessárias para o seu trabalho ter maior fluidez e pode interagir com todos os demais colaboradores, resulta em empoderamento, confiança e reforça que cada pessoa é única e todas são importantes.

Por onde começar a adoção da Rede Social Corporativa?

Para começar, é importante o RH mapear os fluxos e processos que a Rede Social Corporativa impactaria positivamente para levar para a Diretoria o ROI dessa adoção. Caso tenha ficado interessado, você pode saber de outros benefícios e como provar o retorno sobre investimento acessando aqui.

A utilização da ferramenta é simples, fácil e rápido. Se você está preocupado em como utilizar, como treinar toda a organização, receios do que pode aparecer na RSC e como estruturar todo esse processo de mudança, pode ficar tranquilo. Nossos especialistas estão preparados para fazer uma demonstração da ferramenta e tirar qualquer dúvida que tiver. Que tal falar com um deles?

Ana Lidia Casavechia Bortoleto é Analista de Gestão de Pessoas na SocialBase. Atuando na área de talentos há 6 anos e apaixonada por desenvolvimento de pessoas adora trabalhar em ambientes dinâmicos, com desafios em gestão de mudanças, abertos aos diferentes modelos de gestão de pessoas e é apaixonada pela cultura de startups.

Fonte: Senior Sistemas