Saiba como escolher corretamente um ERP para pequenas empresas

Um sistema ERP para pequenas empresas pode garantir resultados expressivos para a gestão e o crescimento dos negócios. Principalmente quando falamos da realidade brasileira, em que as obrigações fiscais são muitas e o mercado é extremamente competitivo — para se ter ideia, segundo o Sebrae, a taxa de empreendedorismo por aqui é de 36,4%. Então, diante desse cenário, já não existe mais espaço para que a administração seja feita com base em cálculos manuais e planilhas tradicionais.

É preciso investir em uma solução moderna, que integre todos os processos da empresa, facilitando a tomada de decisão e melhorando a performance do negócio. E, ao contrário do que muitos pequenos empreendedores ainda pensam, um sistema ERP não é exclusivo para as grandes organizações. Aqui no blog mesmo já destacamos a importância de falar de gestão para empresas menores, mostrando que, além de muito trabalho, ter a tecnologia como aliada é fundamental para controlar as operações com segurança e, assim, fugir dos dados impressionantes da mortalidade de empreendimentos no Brasil.

Mas para que tudo isso seja efetivo, o segredo é saber escolher a solução ERP para pequenas empresas ideal, capaz de facilitar a vida do empreendedor que, diariamente, precisa controlar as contas, cuidar dos clientes, fazer o melhor produto ou entregar o melhor serviço, orientar a equipe e, ainda, lidar com inúmeras obrigações fiscais.

E é justamente para orientar você nessa escolha que elaboramos este artigo! Na sequência, confira três fatores que devem ser levados em consideração na hora de definir o melhor sistema ERP para a sua pequena empresa.

1 – Faça uma relação das necessidades do seu negócio

Principal pilar para levar em consideração na hora de escolher o seu ERP, as necessidades reais da sua empresa nunca devem ser negligenciadas. Para saber quais são elas com exatidão, mapeie seus pontos fortes e fracos, suas deficiências, dificuldades e demandas organizadas. Assim, fica muito mais fácil filtrar as funcionalidades indispensáveis em um software de gestão para o seu negócio.

Imagine que sua empresa tenha um setor financeiro muito eficiente, que sua linha de produção funcione perfeitamente e sem atrasos, mas que seu estoque precise de um gerenciamento mais próximo, pois costuma sofrer com a falta de organização e a demora no escoamento dos produtos. Pronto! Você já sabe que seu ERP precisa ter funcionalidades específicas para o controle de estoque.

Ou você precisa administrar melhor a área fiscal? Se sim, verifique se o software oferece funcionalidades para ajudá-lo a lidar com a burocracia do dia a dia e atender ao Fisco corretamente. E o mesmo vale para os demais setores, do comercial ao de vendas, do financeiro ao de compras.

Lembre-se que ter foco é fundamental! Pouco adianta investir em um ERP recheado de funcionalidades se elas não serão utilizadas na rotina da sua empresa. E o contrário também vale: um ERP muito enxuto, que não ofereça tecnologia suficiente para suportar o crescimento da sua empresa, não será de muita utilidade.

2 – Verifique a integração dos processos

Nas grandes companhias, é inviável mensurar e controlar o enorme fluxo de informações de forma manual. São muitos funcionários, muitos setores, muitos produtos. Por mais que a realidade das pequenas empresas seja um pouco diferente, continuar apostando no controle manual pode gerar prejuízos num futuro próximo. Basta pensarmos em como é fácil deixar algum dado incorreto passar despercebido ou sequer considerá-lo no fechamento do relatório de um período, por exemplo.

Então, na hora de avaliar um sistema ERP para pequenas empresas, verifique se há integração das operações, como compras, estoques, finanças, comercial e vendas. Afinal, você precisa de uma solução que permita encontrar e analisar dados com eficiência, melhorando o tempo para as tomadas de decisões. Até porque quanto mais rápida for a sua resposta em situações delicadas ou em oportunidades de negócios, maior é a chance de obter sucesso.

3 – Fique atento à implementação e às formas de acesso

Vamos supor que o acesso aos dados da empresa seja difícil e que, por conta da dinâmica dos seus processos de produção, seja inviável parar na frente de um computador toda vez que eles precisam ser consultados. Aqui, uma alternativa valiosa é buscar um ERP hospedado na nuvem, ou seja, que possa ser acessado de qualquer local, a qualquer hora e, é claro, com uma boa experiência de uso.

Outro ponto importante a ser considerado é o formato de implantação. Nesse sentido, uma boa dica é buscar um ERP para pequenas empresas que tenha custo zero de implementação e que ela possa ser realizada pelo próprio usuário a partir de videoaulas, templates e roteiros de implantação. Assim, além de uma excelente economia, com certeza seu negócio vai ganhar muita agilidade nos processos!

Quando o assunto é ERP para pequenas empresas, conte com a WK!

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que o principal ponto é não superdimensionar as necessidades da empresa, dando um passo de cada vez e planejando tudo com cuidado, não é verdade? Escolher um sistema incompatível com o modelo de negócio, além de gerar mais custos, pode trazer também dificuldades no uso e, consequentemente, mais resistência às mudanças.

A WK pode ajudá-lo a fugir desses problemas com o ERP Radar Lite Cloud. Projetado para facilitar a gestão das pequenas empresas, ele oferece ao pequeno empresário o poder que antes era acessível apenas às grandes corporações. Desenvolvido com tecnologia de ponta e planejado para o tamanho da sua necessidade, o sistema é configurado com regras de negócios, dezenas de relatórios, cadastros e inteligência contábil e fiscal prontos para uso. Além disso, é hospedado em ambiente cloud da própria WK, o que proporciona a boa experiência de uso de um sistema local, porém, executado na nuvem.

Sem contar que a solução é preparada para suportar o crescimento dos negócios, que podem adquirir soluções de acordo com sua realidade e migrar de uma modalidade a outra com upgrades simples com todo o histórico da empresa, sem necessidade de reimplantações ou novos treinamentos. Falando nisso, o Radar Lite Cloud tem custo zero de implantação e suporte técnico ilimitado prestado por profissionais gabaritados — inclusive, com possibilidade de atendimento presencial em todo o Brasil.

Outros destaques do ERP para pequenas empresas da WK são a exportação de dados e relatórios em múltiplos formatos (como PDF, TXT, XLS e CSV), a integração de informações contábeis diretamente com o sistema do seu contador, a personalização de modelos de relatórios e documentos pelo usuário, a operação com múltiplas telas simultaneamente, as regras de acesso e segurança analíticas por usuário e a emissão de NF-e e NFS-e.

E então, que tal levar a gestão da sua empresa às nuvens com o ERP Radar Lite Cloud? Converse com a nossa equipe e esclareça todas as suas dúvidas. Aproveite ainda para compartilhar este artigo com a sua equipe e, se tiver alguma sugestão, deixe um comentário no espaço abaixo.

Fonte: WK Sistemas