Setor tecnológico de Blumenau é o segundo que mais cresce no país

Reconhecido nacionalmente pelo potencial turístico e pelas festas tradicionais, o município catarinense de Blumenau desponta como um entre os principais polos de tecnologia de todo o país.

setor-tecnologico-de-blumenau-e-o-segundo-que-mais-cresce-no-pais

Segundo dados do estudo inédito ACATE Tech Report 2015, uma iniciativa da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) em parceria com a Neoway, Blumenau registrou 3% de crescimento no número de colaboradores do setor no último ano, posicionando-se como segunda cidade brasileira no quesito, atrás apenas de Florianópolis.

Responsável por 5% do PIB de Santa Catarina, o setor de tecnologia no estado vem crescendo, mesmo diante dos desafios decorrentes do cenário econômico. Com faturamento estimado em R$11,4 bilhões em 2015 e destaque na geração de empregos no setor, os resultados catarinenses no segmento são impulsionados por cidades como Blumenau, considerada um dos nove polos tecnológicos de maior desenvolvimento em todo o país.

Dados do estudo apontam o município como o quinto em faturamento médio em todo o país, apresentando 4,8 milhões no período. À frente de centros como Porto Alegre e Belo Horizonte, o setor tecnológico de Blumenau também é destaque em densidade de empresas e de empreendedores, critérios em que aparece entre as seis primeiras posições no ranking brasileiro.

Vale de inovação

O Vale do Itajaí, região onde se encontra o município blumenauense, concentra 28% das empresas catarinenses atuantes no setor de tecnologia, totalizando 804 companhias. A região é berço de empresas consideradas referência em todo o país, entre elas a Senior, fundada em 1988. “O Vale viu nascer soluções pioneiras em tecnologia e acompanhou o desenvolvimento do setor de perto, participando ativamente da construção do que Santa Catarina se tornou hoje: um polo diferenciado de inovação e empreendedores dinâmicos”, afirma Carlênio Castelo Branco, CEO da Senior. A empresa é reconhecida nacionalmente pelo desenvolvimento de softwares para gestão empresarial e registrou faturamento de R$ 224 milhões em 2015,  um crescimento de 16% para o período.

Resultados registrados

Segundo o estudo ACATE Tech Report, a região do Vale do Itajaí abriga 1.425 empreendedores, o equivalente a 27% do número total de Santa Catarina. Destaque entre os nove polos de tecnologia avaliados no país, a cidade de Blumenau ocupa o terceiro lugar em número relativo de empreendedoras, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro. A região como um todo também se destaca na quantidade de empregos gerados em 2015 (9.911, correspondente a 21% das vagas abertas no estado).

O ACATE Tech Report utiliza como base dados referentes a empresas de tecnologia com alto nível de atividade, a partir do cruzamento de informações de bases públicas como Ministério do Trabalho e Emprego, IBGE, Receita Federal, entre outros.

Fonte: Senior