Tecnologias de comandos de voz levam precisão e produtividade à cadeia logística

*Por Cristiano Franco

A presença da tecnologia nos processos empresariais pode parecer silenciosa para cidadãos comuns, mas ela ressoa em alto e bom som na cadeia logística, por exemplo. A adoção de sistemas por comando de voz nos processos de separação dos pedidos traz inúmeras vantagens aos operadores em relação à utilização de papel ou coletores de radiofrequência.

Considerado uma das principais tendências tecnológicas para este ano, o Picking by Voice busca melhorar os resultados desse processo que, por ser essencialmente manual, requer investimento elevado em mão de obra e é bastante sensível à erros. A coleta de um ou mais produtos incorretos em um pedido, ou mesmo a demora no processo de coleta, reflete diretamente nas demais etapas da cadeia da operação logística.

O Picking by Voice tem grande aplicação por proporcionar melhor precisão, produtividade e retorno rápido do investimento para as operações – características que têm ganhado cada vez mais adeptos.

Com o Picking by Voice, o colaborador carrega um dispositivo sem fio que se comunica com o WMS (Warehouse Management System) e apresenta a sequência da coleta por voz, ou seja, o dispositivo “fala” com o colaborador, indicando endereços, produtos e quantidades. Da mesma forma, a interação do colaborador com o sistema é feita completamente por voz. A utilização desta tecnologia otimiza todo o processo e deixa os colaboradores com as mãos livres, trazendo menos erros, produtividade e retorno rápido do investimento – estudos indicam 99,9% de acuracidadee até 35% de ganho de produtividade.

Na Senior, pesquisas sobre a tecnologia vem sendo feitas há algum tempo e a integração com nosso WMS nos coloca frente às demais companhias que oferecem a solução, por reduzir drasticamente o custo de implantação e empregando smartphones comuns como dispositivos sem fio.

Os gestores dos mais diversos setores vivem um momento de urgência e precisam acelerar processos de transformação digital em suas empresas. Tendências globais convergem para alavancar oportunidades a partir do uso de recursos computacionais. Nesse cenário, soluções de automação e inteligência computacional literalmente ganham voz e os recursos tecnológicos efetivamente deixam de ser habilitadores e tornam-se aceleradores de novos modelos operacionais, levando competitividade às empresas e permitindo o estreitamento das relações com seus clientes. E o papel da TI ganha cada vez mais representatividade ao desenvolver soluções tecnológicas que levam as empresas à era da computação cognitiva e das interfaces naturais.

Fonte: Senior