Gestão de carreira: o colaborador é o protagonista

A dinâmica das organizações empresariais não dá lugar a planos de carreira empacotados. Existem, naturalmente, modelos de gestão de pessoas que podem estimular a evolução profissional, viabilizando a emergência de talentos em condições de galgar posições-chave, mas o pressuposto é, sempre, o envolvimento do colaborador. Cabe a ele demonstrar competência e dedicação ímpares nos desafios e responsabilidades atribuídos, comprometendo-se em entregar resultados diferenciados. De outra parte, cabe à empresa manter o caminho aberto e oferecer suporte aos profissionais, por meio de uma comunicação direta e transparente, acompanhada de feedbacks frequentes e experiências que exijam o melhor de cada um.

Particularmente em empresas de maior porte, o gestor imediato exerce papel fundamental, como uma espécie decoach, que deve apresentar feedbacks assertivos e acompanhar de perto o desenvolvimento de seu time. Mas, novamente, o protagonismo deve ser de cada profissional, não esperando que uma oportunidade surja por encanto – e, isto sim, empenhando-se ao máximo na execução de seu trabalho.

Já listada várias vezes no ranking das Melhores Empresas para se Trabalhar, a Embraco entende que sua posição como uma das maiores fabricantes mundiais de compressores para refrigeração foi construída, entre outros fatores, a partir da gestão dos nossos talentos nos mais diversos campos e funções. A propósito, “Excelência em Talentos” é apontada como um dos pilares estratégicos da companhia. No modelo que adotamos, as ferramentas utilizadas variam de acordo com a carreira em questão – se técnica, de liderança de projetos ou administrativa. Uma delas leva o nome de Career Compass, ou “Bússola de Carreira”, concebida para ajudar o colaborador a mapear, discutir e documentar o plano de carreira do empregado.

As ferramentas empregadas são balizadas por um Modelo de Liderança, lançado em 2014, que sinaliza atitudes, comportamentos e ações que devem orientar o comportamento dos colaboradores. Tudo pautado em um conceito simples e igualmente poderoso: de que todos somos líderes. O modelo convida os profissionais a desenvolver quatro atributos. São eles: “viva e lidere os valores da Embraco”, “crie uma estratégia envolvente e inspiradora”, “conquiste e cultive seguidores” e, finalmente, “entregue resultados diferenciados”. Mas tudo isso só faz sentido se o profissional estiver efetivamente comprometido com sua carreira – e à medida que exista alinhamento entre liderado e líder.

Ferramentas e modelo são produto de anos de aprimoramento. Sem qualquer dúvida, acreditamos na consistência das nossas ações. Em 2016, seguiremos com o treinamento e desenvolvimento dos nossos talentos, sempre utilizando o modelo de liderança como orientador.

 


Na Senior, o recém lançado Painel de Gestão, uma nova ferramenta vinculada à solução Gestão de Pessoas, integra informações sobre a equipe e permite gerenciar de forma mais abrangente, identificando talentos através de uma matriz que apresenta a relação entre o potencial (competências) e o desempenho (objetivos e metas) dos colaboradores, simplificando a tomada de decisão, reduzindo a subjetividade e aumentando a credibilidade dos processos de avaliação.

A Senior é reconhecida por proporcionar aos gestores de Recursos Humanos uma atuação verdadeiramente estratégica dentro das suas organizações. Na hora de trabalhar talentos excelentes, a tecnologia atua como aliada e proporciona uma visão voltada a resultados. Além disso, através da Consultoria de Negócios, é possível orientar as empresas sobre a melhor forma de conduzir seus recursos humanos.

E você, precisa de ajuda com a gestão de pessoas na sua empresa? Fale com a Senior.

Fonte: Senior