Décimo Terceiro: tire dúvidas e entenda como calcular o valor das parcelas

O fim de ano se aproxima e essa época tão especial e aguardada é marcada por algumas datas importantes para os CLTS! Entre elas: o pagamento do décimo terceiro. Preparamos um conteúdo para te explicar de uma vez por todas como calcular o valor e tirar todas as suas dúvidas. Confira!

A gratificação de Natal, também conhecida como décimo terceiro salário, é feita durante o último trimestre do ano. A gratificação, que corresponde a um salário extra – proporcional aos meses trabalhados – é algo muito aguardado pelos colaboradores.

O 13º salário é pago em duas parcelas: a primeira parcela do décimo terceiro e paga até o dia 30 de novembro, e a outra, até 20 de dezembro. Muitas pessoas se confundem e acabam gastando mais do que deveriam porque acha que as duas parcelas são iguais. Porém, é muito importante lembrar que a primeira parcela é sempre maior porque vem sem descontos. Já a segunda, vem com um valor menor porque inclui descontos, como Previdência Social e Imposto de Renda.

Afinal, como é calculado o 13º salário?

Se você trabalhou o ano inteiro na mesma empresa, recebe um salário extra com valor que corresponde ao seu pagamento normal. Por exemplo, se você ganha um salário mínimo de R$998, seu 13º será de R$998. Nesse cálculo, são considerados outros benefícios, como adicionais noturnos, horas extras, entre outros. Porém, benefícios como vale-transporte, vale-alimentação e etc não entram nesse cálculo.

E o cálculo da gratificação proporcional, como funciona?

Se você não trabalhou um ano cheio em uma empresa, vai receber o seu 13º proporcional ao tempo trabalhado. Por exemplo: o colaborador trabalhou seis meses no ano e recebeu R$998 por mês.

R$ 998 ÷ 12 (meses do ano) = R$ 83,16.
R$ 83,16 x 6 (meses trabalhados) = R$ 499.
Valor do 13º proporcional: R$ 499 (sem os descontos).

Como calcular o valor da primeira parcela do 13º salário?

A primeira parcela do 13º salário pode ser paga entre os meses de fevereiro e novembro de cada ano. Na prática, as empresas pagam em 30 de novembro. Se o dia 30 for feriado ou final de semana, antecipa-se o pagamento em um dia. O funcionário recebe metade do salário normal se trabalhou o ano inteiro. Vamos ao exemplo:

Se trabalhou alguns meses, recebe proporcionalmente. Veja exemplos de cálculos.

Trabalhou o ano inteiro e ganha salário de R$ 1.900:
R$ 1.900 ÷ 12 (meses do ano) = R$ 158,33
R$ 158,33 x 12 (meses trabalhados): R$ 1.900

Valor da 1ª parcela: R$ 1.900 x 50% = R$ 950
Trabalhou 4 meses e ganha salário de R$ 1.900:
R$ 1.900 ÷ 12 (meses do ano) = R$ 158,33
R$ 158,33 x 4 (meses trabalhados) = R$ 633,32

Valor da 1ª parcela: R$ 633,32 x 50% = R$ 316,66

Como calcular o valor da segunda parcela do décimo terceiro salário?

Na segunda parcela, você receberá o valor faltante em relação à primeira parcela, com os seguintes descontos: Previdência Social, Imposto de Renda e pensão alimentícia (se houver). A segunda parcela do 13º deve ser paga até 20 de dezembro, o último dia para o pagamento. Se for em final de semana ou feriado, deve ser antecipado.

Quem é demitido tem direito ao 13º salário?

Essa é uma pergunta frequente! É muito importante destacar que somente colaboradores com dispensa com justa causa não tem direito ao 13º salário.

Para saber mais sobre essa solução, acesse o nosso site ou entre em contato conosco! Nós estamos a postos para ajudar!

Fonte: Senior Sistemas